Bicitáxi, o rickshaw movido a energia solar

Depois de viajar e trabalhar em países como Australia, Inglaterra, Namíbia, Gana, Madagascar, Nepal, China e Bangladesh, Michael Linke decidiu avançar com seu próprio projeto ligando a tecnologia sustentável às bicicletas, mais propriamente a um modelo baseado no rickshaw (meio de transporte muito utilizado nos países asiáticos), criando o Bicitáxi.

captura-de-ecra%cc%83-2017-08-31-as-11-55-21

 

A parte da frente é como a de uma bicicleta comum, na parte de trás existe uma cabine. A bicicleta funciona das duas formas, através da forma convencional e através uma placa de energia solar que lhe garante o reabastecimento do motor elétrico.

captura-de-ecra%cc%83-2017-08-31-as-11-55-08

 

É no Brasil, no Rio de Janeiro que Mike está a fazer a sua primeira experiência com o protótipo da Bicitáxi. Diminuir o número de horas passadas no trânsito, tornar a viagem mais segura e ecológica e  criar novos empregos são os objetivos deste australiano que escolheu a cidade brasileira para viver com a sua família.

12987194_635864206565962_3298304361249981133_n

 

Michael é também o fundador da Bicycling Empowerment Network, uma ONG que tem como princípio angariar e exportar bicicletas em segunda mão para serem usadas por voluntários em África. Só este ano Mike conseguiu juntar 50 mil bicicletas doando-as a alguns países do continente africano, tais como a Namíbia, Madagascar, Quénia e Moçambique.

12096035_556359014516482_5859006127976511748_n

 

Mais informações em: TRIO

Deixar uma resposta